Três gerações de reformas marcaram a evolução do sistema educacional na área da saúde. A primeira geração, baseado no relatório de Flexner, foi caracterizada por um currículo com base na ciência, estruturado em disciplinas. Na segunda geração,predominou o ensino baseado em problemas. A terceira geração, atual, propõe o desenvolvimento de competências profissionais focadas nos sistemas de saúde (FRENK, et al, 2010). O redesenho dos cursos é necessário e oportuno e deve considerar as conexões entre as práticas educacionais, a realidade social e necessidades assistenciais da população.

É necessário formar profissionais preparados para acolher as necessidades das pessoas, considerando a sua integralidade e singularidade, e prestar cuidados contínuos e resolutivos e com competências em diversos campos do saber.

[Trecho do Editorial]

Publicado: 2020-06-29

Artigos Originais

Artigos de Revisão

Relatos de Experiência