Nas últimas três décadas, ocorreram melhorias substanciais em diversos indicadores de saúde do Ceará, tais como: redução da mortalidade infantil, redução da prevalência da desnutrição infantil primária a níveis inexpressivos, erradicação da poliomielite e eliminação de diversas doenças imunopreveníveis, entre elas o sarampo. A melhoria destes indicadores ocorreu concomitantemente à urbanização do Estado, às políticas socioeconômicas inclusivas, e também, às políticas de saúde inovadoras. A partir da década de 80, o Ceará destacou-se no Brasil por um processo de municipalização acelerada, desencadeada pela criação do Sistema Único de Saúde, pelo Programa Agentes Comunitários de Saúde, e, na década de 90, pela implantação pioneira da Estratégia Saúde da Família. [TRECHO DO EDITORIAL]

Published: 2019-09-19

Editorial

Articles

Review