Cadernos ESP - Revista Cientí­fica da Escola de Saúde Pública do Ceará é editorada pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues, instituição vinculada à Secretaria da Saúde do Estado do Ceará.

Criada em 2005, possui periodicidade semestral, trata-se de um instrumento de difusão técnica e científica de caráter inter e multidisciplinar em diversos campos do fazer saúde, mas em especial da Saúde Coletiva. Tendo por finalidade publicar trabalhos relevantes para a saúde pública e suas interfaces.

Visando tornar públicos e de livre acesso os resultados de pesquisas e as experiências advindas do contexto dos serviços de saúde, a CadernosESP aceita de forma gratuita para publicação artigos originais, artigos de revisão, comunicações breves, relatos de experiência, dentre outras seções.

Os artigos devem ser enviados em formato eletrônico, por meio do Open Journal System (OJS), sistema de acompanhamento e editoração, no endereço: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/ e atende ao seguinte fluxograma.

 

Antes do envio do manuscrito ao periódico, é importante que sejam verificadas as diretrizes estabelecidas, que se direcionam a cada tipo de publicação, na sessão de autores.

Os periódicos completos e textos dos artigos podem ser obtidos gratuitamente on-line em formato PDF.

Submissões Online

A submissão e acompanhamento editorial dos manuscritos é totalmente virtual, pela plataforma OJS 3.0, caso ainda não possua um login/senha de acesso ao periódico Cadernos ESP clique aqui.

Recebemos e avaliamos manuscritos de forma contínua, caso tenha interesse em publicar conosco não deixe de ler nossas normas editoriais.

Declaração de Acesso Aberto

A revista Cadernos ESP fornece acesso aberto imediato ao seu conteúdo, com base no princípio de que a pesquisa disponível gratuitamente ao público. Apoiando uma maior troca global de conhecimento. O acesso de texto completo aos artigos científicos da revista é apresentado no site oficial na seção Arquivos.

Isso está de acordo com a definição da BOAI de acesso aberto.

A política de licenciamento é compatível com a esmagadora maioria das políticas de acesso aberto e arquivamento. A revista Cadernos ESP é uma revista de acesso aberto, o que significa que todo o seu conteúdo está disponível gratuitamente sem custo para o usuário ou sua instituição. Os usuários têm permissão para ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outra finalidade legal, sem pedir permissão prévia do editor ou do autor, desde que citados A fonte está licenciada pela CC BY-NC Creative Commons International.

Processo de Revisão por Pares

Todos os manuscritos terão avaliação inicial preliminar feita pela Coordenação da Revista, seguindo os seguintes critérios:

  • Se Cumpre de forma integral as políticas e normas editoriais;
  • Se o manuscrito pertence ao campo da saúde e áreas afins;
  • Se segue a estrutura definida pelas diretrizes;
  • Se o conteúdo não fere a dignidade e/ou não possui linguagem discriminatória;

Passada essa etapa TODOS os manuscritos serão submetidos a avaliação de software anti-plágio, por um programa que presta serviço a revista. Em caso de haver um parecer direcionado a uma conduta inadequada, será cobrado do autor que realizou a submissão do manuscrito o esclarecimento de questões ou dúvidas que forem levantadas. Após respostas argumentativas, que expliquem os dados levantados, o manuscrito seguirá ou não para avaliação quanto a publicização pela CadernosESP.

Seguindo o fluxo, os manuscritos que passarem pelas etapas anteriores de avaliação, serão submetidos ao crivo de, pelo menos, dois especialistas externos, membros do Conselho Editorial ou avaliadores ad-hoc (selecionados apenas em virtude da avaliação), em regime de duplo anonimato (double-blind), que terão como critérios:

  • Originalidade e relevância do trabalho;
  • Consistência argumentativa;
  • Fundamentação teórica e empírica;
  • Adequações metodológicas;
  • Uso de referências atuais;
  • Clareza argumentativa e organização de ideias;
  • Correção textual;

Em caso de pareceres contrários um terceiro parecer será solicitado. A decisão final cabe a direção da revista. Estima-se um período de 6 a 9 meses para os processos de avaliação e publicação.