Estudo prospectivo de doenças tropicais no estado do Ceará, entre 2010 e 2014: uma breve análise de leishmaniose visceral e tuberculose

Conteúdo do artigo principal

Vilma Maria Ribeiro
Betina Santos Tomaz
Dayne Maria Dias Belchior
Luciana Dias Belchior

Resumo

Descrever a incidência das doenças tropicais leishmaniose visceral (LV) e tuberculose (TB) nos últimos cinco anos no estado do Ceará. Tratou-se de estudo quantitativo longitudinal, sendo utilizados dados registrados no sistema de informação de agravos de notificação dos casos de leishmaniose e tuberculose, atendidos no hospital São José de Doenças Infecciosas, no período compreendido entre janeiro de 2010 e dezembro de 2014. O estudo seguiu os preceitos éticos legais definidos na Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, sendo aprovado pelo comitê de ética da Universidade de Fortaleza sob o número 1.092.332. Foram identificados 1.698 casos de TB e 1.152 de LV nos últimos cinco anos, registrados no hospital São José de Doenças Infecciosas, com predomínio do gênero masculino para ambos, 1.336 (68,5%) e 696 (74,8%) respectivamente. Quanto à evolução da TB, o mês de abril se mostrou mais relevante, com um percentual de 9,9% do total de notificações. Para a LV, o mês de maior ocorrência foi janeiro, com 13,5% do total. Desses casos, Fortaleza se encontra com maior porcentagem (73,14% TB e 43,2%, LV). Observou-se que o maior número de casos de tuberculose e leishmaniose Visceral ocorreu em áreas urbanas, entre as quais Fortaleza se destacou em números de casos, tendo como predominância o gênero masculino, acometido principalmente na faixa etária de jovens adultos.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Maria Ribeiro V, Santos Tomaz B, Maria Dias Belchior D, Dias Belchior L. Estudo prospectivo de doenças tropicais no estado do Ceará, entre 2010 e 2014: : uma breve análise de leishmaniose visceral e tuberculose . Cadernos ESP [Internet]. 4º de outubro de 2019 [citado 30º de novembro de 2022];10(1):43-8. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/101
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Vilma Maria Ribeiro

Graduanda em fisioterapia Universidade de Fortaleza (UNIFOR).

Betina Santos Tomaz

Bioquímica Hospital São José de Doenças Infecciosas, Fortaleza, Ceará –
Brasil

Dayne Maria Dias Belchior

Bioquímica Hospital São José de Doenças Infecciosas, Fortaleza, Ceará –
Brasil

Luciana Dias Belchior

Doutora em Farmacologia pela Universidade Federal do Ceará, Fortaleza,
Ceará – Brasil.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)