RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UMA PSICÓLOGA EM UM CAPS AD, DE FORTALEZA-CE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54620/cadesp.v17i1.1095

Palavras-chave:

Abuso de drogas, Redes Comunitárias, Serviços de Saúde Mental

Resumo

Relato de experiência cujo objetivo é descrever as implicações no atendimento a usuários de substâncias psicoativas, em crise, em um CAPS AD, de Fortaleza-CE-Brasil. Apesar da existência do sistema, ainda é um desafio o devido acolhimento às crises. Os CAPS AD, atualmente, são chamados a ser os espaços principais desse cuidado. O estabelecimento de redes informais, por meio das necessidades singulares, contribui para pensar em um cuidado em rede, de maneira mais corresponsável. Ressalta-se, contudo, a importância da ampliação das redes formais para o necessário acolhimento às crises. Com as dificuldades do trabalho no território, hoje, propõe-se pensar nos CAPS AD como mediadores para o acesso à Cidade, tomando como modelo a clínica do acompanhamento terapêutico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Centro Brasileiro de Informações sobre drogas psicotrópicas. III Levantamento Nacional sobre o uso de drogas pela população brasileira. Universidade Federal de São Paulo: 2017. Disponível em https://www.cebrid.com.br/iii-levantamento-nacional/.

Guerra AMC. A clínica e a política na interface da questão das drogas. In Ribeiro CT e Nascimento, ZA do. organizadores. A psicanálise na cidade: dispositivos clínicos em saúde mental. Natal, RN: EDUFRN, 2017.

Anuário do Ceará, Fortaleza. Fundação Demócrito Rocha: 2022-2023.

Sampaio JJC, Guimarães JMX, Carneiro C, Filho CG. O trabalho em serviços de saúde mental no contexto da reforma psiquiátrica: um desafio técnico, político e ético. Revista Ciência e Saúde Coletiva. 2011; 16(12). Disponível em https://www.scielo.br/j/csc/a/8zxxknp8BqQ7V7wgHTf6fjp/?lang=pt

Fortaleza. Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza. Coordenadoria Regional Executiva de Saúde (CORES VI): 2016.

Brasil. Lei n. 1082 de 23 de maio de 2014. Dispõe sobre a Redefinição das diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em conflito com a Lei, em Regime de Internação e Internação Provisória (PNAISARI). Diário Oficial da União, 2014; 23 de mai.

Méllo RP. Tratamento asilar, o desamparo e o Acompanhamento Terapêutico. Revista Psicologia e sociedade. 2020; (33):1-13. Disponível em https://www.scielo.br/j/psoc/a/zBg9dFxBw3jt9sRyZnVvvfg/abstract/?lang=pt. Acesso em: 5 mai. 2022.

Brasil. Lei n. 3088 de 23 de dezembro de 2011. Dispõe sobre as diversas modalidades de CAPS definidos por porte e abrangência populacional. Diário Oficial da União, 2011; 23 de dez.

Lopes JP, Tomazll JMT, Cruz DM, Teixeira, LC, Rocha BEAB, Danziato L. [Psychoanalytic attendance in subjective urgency - women in situations of domestic violence in times of covid] Cadernos ESP. 2022;16(1):66-74. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/578/324

Zurba M do C, Franco TB. organizadores. Atenção psicossocial e cuidado. Florianópolis: Departamento de Saúde Pública; 2014.

Downloads

Publicado

09-08-2023

Como Citar

1.
Chaves Banhos T, Miessa Ruiz E. RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UMA PSICÓLOGA EM UM CAPS AD, DE FORTALEZA-CE. Cadernos ESP [Internet]. 9º de agosto de 2023 [citado 22º de fevereiro de 2024];17(1):e1095. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/1095

Edição

Seção

Relato de Experiência, Atualização e/ou Inovação Tecnológica

Categorias

Received 2022-08-22
Accepted 2023-04-18
Published 2023-08-09