PREVALÊNCIA DE LER/DORT EM PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA DE CRATEÚS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54620/cadesp.v17i1.1471

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Doenças Ocupacionais, Osteomuscular

Resumo

Analisar a prevalência de lesões por esforço repetitivo ou distúrbios musculoesqueléticos relacionados ao trabalho nos profissionais da atenção básica no município de Crateús-Ceará. Trata-se de um estudo descritivo, transversal e quantitativo realizado com profissionais da unidade básica de saúde de Crateús, no qual foi aplicado um questionário estruturado através do Google Forms. Verificou-se a prevalência do sexo feminino, pardos, faixa etária entre 38 e 45 anos, nível superior completo, tempo de serviço superior a 10 anos, carga horária de trabalho de 40 horas semanais. A prevalência de lesão ocupacional foi de 22%, sendo os membros superiores as regiões mais acometidas. Cerca de 79% dos profissionais fizeram fisioterapia e relataram melhora, no qual a eletrotermofototerapia se destacou. Sugerimos a implantação de estratégias de promoção, prevenção e rastreio precoce das doenças ocupacionais com foco na conscientização dos riscos laborais na atenção primária à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Dosea, GS; Oliveira, CCC; Lima, SO. Percepção da qualidade de vida em portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho. Ciência Cuidado e Saúde. 2016; 15(3): 482-488. DOI: https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v15i3.29157

Brasil, Ministério da Saúde; Secretaria de Vigilância em Saúde; Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Saúde Brasil 2018 uma análise de situação de saúde e das doenças e agravos crônicos: desafios e perspectivas. Brasília: Ministério da Saúde, 2019.

Abreu, JA; Vieira, LS; Comper, MLC. Acidentes de trabalho por distúrbios osteomusculares registrados no Brasil entre 2006 e 2017. Revista Revise: Saúde do trabalhador. 2020; 4(00):102-115. DOI: https://doi.org/10.46635/revise.v4i00.1819

Almeida, LGN; Torres, SC; Santos, CMF. Riscos ocupacionais na atividade dos profissionais de saúde na Atenção Básica. Revista Enfermagem Contemporânea. 2012; 1(1):142-154. DOI: https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v1i1.51

Alvez, LMS; Krug, SBF. Saúde do trabalhador: realidades, intervenções e possibilidades no Sistema Único de Saúde. 1. ed. – Santa Cruz do Sul : EDUNISC, 2017. Disponivel em: http://www.cesteh.ensp.fiocruz.br/sites/default/files/ebook_suS_ Acesso em: 03/02/2021.

Bertocello, D; WALSH, IAP; Lima, JC. Fisioterapia e Saúde do Trabalhador no Brasil. Caderno de Educação em Saúde e Fisioterapia. 2018; 5(9). DOI: https://doi.org/10.18310/2358-8306.v5n9.p69

Sousa, AA; Toledo, TS; Salum, EO; Lima, JC; Soares, Camila; Walsh, IAP. Atividades grupais para trabalhadores com distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: relato de experiência Revista Família, Ciclos de Vida e Saúde no Contexto Social. 2020; 8(2). DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v8i2.4335

Zavarizzi, CP; Alencar, MCB. Afastamento do trabalho e os percursos terapêuticos de trabalhadores acometidos por LER/Dort. Saúde debate. 2018; 42(116). DOI: https://doi.org/10.1590/0103-1104201811609

Paula; EA; Amaral, RMMF do. Atuação interdisciplinar em grupos de qualidade de vida para pacientes com Lesões por esforços repetitivos/Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho - LER/DORT. Rev. bras. saúde ocup. 2019; 44. DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369000013119

Moraes; PWT; Bastos; AVB. Os Sintomas de LER/DORT: um Estudo Comparativo entre Bancários com e sem Diagnóstico. Psicol., Ciênc. Prof. (Impr.) 2017; 37(3). DOI: https://doi.org/10.1590/1982-3703001862016

Zavarizzi, CPR; Carvalho, MM; Alencar, MCB. Grupos de trabalhadores acometidos por LER/DORT: relato de experiência. Cad. Bras. Ter. Ocup.2019; 27(3). DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoRE1756

Paula, EA; Buschinelli, JT; Maeno, M; Costa, RF. Qualidade de vida de trabalhadores com LER/DORT e lombalgia ocupacional atendidos no Cerest de Guarulhos, São Paulo. Rev. bras. saúde ocup. 2016; 41. DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369000120115

Lima, AEC; Moura, ASA; Aragão, MMS; Sousa, MVN; Barbosa, FCB. Frequência de Distúrbios Osteomusculares em Dentistas de Sobral/CE. Rev. Cadernos ESP. Ceará. 2020, JAN.JUN.; 14(1): 38-43.

Favretto, NB; Conceição, VB; et al. Physiotherapeutic intervention in the prevention of RSI/WMSD: literature review, International Journal of Development Research. 2020; 10(11): 42464-42469.

Cabral, AR; Silva, ETC; Pereira, LA; Lima, MSP. Atuação da Fisioterapia nos Disturbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho: revisão de literatura. Revista Cathedral. 2020; 2(4): 96-107.

Downloads

Publicado

27-12-2023

Como Citar

1.
Rodrigues Araújo K, Lima de Souza KC. PREVALÊNCIA DE LER/DORT EM PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA DE CRATEÚS. Cadernos ESP [Internet]. 27º de dezembro de 2023 [citado 18º de abril de 2024];17(1):e1471. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/1471
Received 2023-01-04
Accepted 2023-11-23
Published 2023-12-27