O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF. (desde que não ultrapassem 2MB)
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaçamento 1,5; usa fonte Times New Roman tamanho 12; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL) para destacar termos relevantes ao estudo; as figuras e tabelas (no máximo 5) estão inseridas no final do documento na forma de anexos como .PNG, com pelo menos 300 dpis de resolução
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • As instruções para assegurar Revisão Cega por Pares foram seguidas.
  • Caso se aplique, foram obtidos consentimento informado e autorização para publicação de imagem ou qualquer outra informação que identifique os participantes no estudo.
  • Caso se aplique, foi obtida permissão para o uso de material protegido por direitos de autor.
  • Autores e autoras leram e concordam com a declaração de direitos autorais.

Diretrizes para Autores

  • Polí­tica Editorial

Cadernos ESP é uma publicação cientí­fica semestral da Escola de Saúde Pública do Ceará. Trata-se de um instrumento de difusão técnica e cientí­fica de caráter inter e multidisciplinar no campo da Saúde Coletiva e tem por finalidade publicar trabalhos relevantes para a saúde pública e suas interfaces.

Cadernos ESP está normalizado de acordo com o International Commite of Medical Journal Editors (estilo Vancouver) disponível em http://www.icmje.org.

Os artigos apresentados devem destinar-se exclusivamente ao periódico Cadernos ESP, não sendo permitida sua apresentação simultânea a outro periódico. Os autores devem declarar essas condições no processo de submissão. Caso seja identificada a publicação ou submissão simultânea em outro periódico o artigo será desconsiderado. A submissão simultânea de um artigo cientí­fico a mais de um periódico constitui grave falta de ética do autor. Os artigos publicados representam a opinião dos autores e não refletem obrigatoriamente a Polí­tica oficial da Escola de Saúde Pública do Ceará, do corpo editorial do periódico Cadernos ESP, e da instituição à qual o autor é filiado, a menos que seja declarada e documentada claramente.

Os manuscritos publicados são de propriedade do periódico Cadernos ESP, sendo vedada tanto a reprodução, mesmo que parcial em outros periódicos, seja no formato impresso ou eletrônico, bem como a tradução para outro idioma sem a autorização da Editoria cientí­fica.

Os artigos são criteriosamente avaliados pelo corpo editorial do periódico Cadernos ESP, organizado com base no sistema de revisão pelos pares. O anonimato e a confidencialidade são garantidos durante todo o processo de avaliação.

Seguindo os conceitos éticos da Conselho Nacional de Saúde (CNS), resolução 466/2012 (http://aplicacao.saude.gov.br/plataformabrasil/login.jsf), o autor deve mencionar em seu manuscrito a aprovação segundo da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), Conselho Nacional de Saúde (CNS), ou algum Órgão de igual equivalência, quando a pesquisa vier de outro paí­s.

Por estarmos na área da saúde adotamos os requerimentos da Organização Mundial da Saúde e do Comitê Internacional dos Editores de Revistas Médicas, sobre ensaios clí­nicos, estes devem estar cadastrados no Registro Brasileiro de Ensaios clí­nicos (http://www.ensaiosclinicos.gov.br/).

Nós também aderimos os padrões internacionais para publicação de pesquisa responsável desenvolvidas pelo Comitê de Ética da Publicação (COPE) (http://publicationethics.org/international-standards-editors-and-authors) que se destina a autores e editores.

Além, de também, estarmos de acordo com as normas de pesquisas com animais expedidas pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA), reslução nº 32/16 (http://twixar.me/941n), que versa sobre integridade e boas práticas na produção, manutenção ou utilização de animais em atividades de ensino ou pesquisa, tendo como base modelos éticos internacionais.

O conteúdo eletrônico do periódico Cadernos ESP está sob a licença CC-BY Creative Commons (Atribuição-Não Uso Não-Comercial). Adotamos, também, um sistema antiplágio, no caso de constatados plágios o manuscrito será encaminhado para o Conselho Editorial (acessorado pela Procuradoria Jurí­dica da Escola de Saúde Pública do Ceará) e a publicação do manuscrito será suspensa por tempo indeterminado, ficando a critério do Conselho as penalidades aplicadas.

Categorias de Manuscritos:

  • Editorial

Texto de introdução da revista, adotando os interesses da saúde coletiva/pública para o perí­odo histórico. No máximo 1 página, podendo conter, se disponí­veis, 2 referências;

  • Artigo Original

Manuscrito de no máximo 15 páginas, que contenha estudo original que agregue, novas informações sobre os conteúdos abordados pela revista, tais quais, ensaios cê­nicos randomizados, estudos caso-controle, coorte, prevalência, incidência, estudos de previsão, estudos de caso, transversais, ecológicos, experimentais ou quase-experimentais, avaliação de programas e Polí­ticas públicas, análise de custo-efetividade, análise de decisão, estudos de avaliação de desempenho de testes diagnósticos para triagem populacional, e os mais variados estudos qualitativos. Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 50), com no máximo 7 autores.

  • Artigo de Revisão

Manuscrito de no máximo 20 páginas, que utilize métodos sistemáticos e critérios explícitos de identificação, produzido uma reflexão crí­tica de relevância para a pesquisa. Aqui se enquadram, revisão sistemática (com e sem meta-analises), revisão integrativa e revisão de escopo. Os protocolos de revisão devem ser registrados no Prospero (https://www.crd.york.ac.uk/prospero/), ou disponibilizados em algum site de livre acesso, além de serem obrigatórios os protocolos guias para cada tipo de revisão (https://www.equator-network.org/).  Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 50), com no máximo 6 autores.

  • Artigo Reflexivo

Manuscrito de no máximo 10 páginas. Fornecendo uma discussão aprofundada, técnica e conceitualmente sobre algum conhecimento na saúde ou área afim. Contendo: Resumo, Introdução, Métodos (que aborde conceito ou construção teórica), Resultados e Discussão, Considerações Finais e Referências (No máximo 10), com no máximo 4 autores.

  • Relato de Experiência

Manuscrito de no máximo 10 páginas. Descrição de alguma situação prática na saúde pública ou áreas afins, traçando as estratégias de intervenção e seus resultados, de interesse para a qualificação profissional. Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 10), com no máximo 5 autores.

  • Cartas ao Editor

Máximo de 1 página.

  • Comunicação Breve

Manuscrito de 3 páginas, contendo corpo de texto e referências (No máximo 10), feito por 1 (um) autor

Apresentação dos Manuscritos

A formatação do texto deve seguir os seguintes padrões: seguir modelo disponível no site e estar em formato Microsoft Word (doc, docx) ou OpenOfficE, utilizar fonte Times New Roman tamanho 12, parágrafo com alinhamento justificado e com espaçamento entre linhas de 1,5. (Exemplos disponibilizados utilizando o Word)

  • tí­tulo: Negrito, tamanho 16, Alinhamento Centralizado; (Contendo no máximo 60 caracteres sem espaço)
  • Autores: (2 espaços simples após o tí­tulo) Itálico, tamanho 12, Alinhamento a Direita, como nota de rodapé adicionar (Caso haja);
  • subtí­tulos (Resumo, Introdução, Metodologia...): Negrito, tamanho 14, Alinhamento a Esquerda;
  • Resumo: Português/Inglês/Espanhol. O resumo deverá conter de 150 a 200 palavras em cada um dos idiomas, apresentando: objetivo da pesquisa, metodologia adotada, principais resultados e as conclusões. Deverão ser destacados os novos e mais importantes aspectos do estudo (se artigo original, artigo de revisão ou relato de experiência). Os resumos em inglês e espanhol são de responsabilidade dos autores.
  • Palavras-Chave: no mínimo 3 e no máximo 5 palavras, que representem o assunto abordado no manuscrito. Serão utilizados na indexação do texto e devem constar na base da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS http://pesquisa.bvsalud.org/portal/decs-locator/?lang=pt), separados entre si por ponto-e-ví­rgula;
  • Introdução: Deve apresentar claramente o propósito do estudo, o contexto e a justificativa, apoiados em referências pertinentes ao objetivo do manuscrito, explicitado no final da introdução. Não deve mencionar resultados ou conclusões do estudo;
  • Metodologia: descrição resumida dos métodos, técnicas e materiais (quando for o caso) empregados na pesquisa. Técnicas padronizadas não precisam ser descritas em detalhes. Os critérios éticos da pesquisa devem ser respeitados. Os autores devem explicitar que a pesquisa foi conduzida dentro dos padrões éticos e aprovada por comitê de ética, quando envolver seres humanos;
  • Resultados: descrição dos dados obtidos na investigação, apresentados em uma sequência lógica, necessários para sustentar as conclusões da pesquisa. A seção pode ser dividida em subseções, cada uma com um subtí­tulo. Não repetir no texto todos os dados contidos em tabelas e ilustrações.
  • Discussão: deve limitar-se à importância das novas informações, relacionando-as ao conhecimento já existente. Somente citações indispensáveis devem ser incluídas.
  • Conclusões/Considerações: devem ser apresentadas de forma clara e concisa.
  • Referências: Devem ser apresentadas somente as citações que constam no texto, sendo referenciadas e organizadas conforme a norma Vancouver (http://www.bu.ufsc.br/ccsm/vancouver.html, em português, ou http://www.icmje.org, em inglês). Resultados não publicados não devem ser incluídos na lista de referências.
  • NÃO USAR rodapé/notas/espaçamento entre parágrafos.
  • Citação de Referência: numerar as referências de forma consecutiva de acordo com a ordem em que forem mencionadas pela primeira vez no texto. Identificar as referências no texto por números arábicos sobrescritos e antes da pontuação necessária, sem a identificação do autor e ano, e sem uso de parênteses. Quando se tratar de citação sequencial, separe os números por traço (ex: 1-3); quando intercalados, use ví­rgula (ex: 1,3,5). Quando a citação for direta, deve acrescer o número da página (ex.: 4:54);
  • Referências: Devem ser apresentadas somente as citações que constam no texto, sendo referenciadas e organizadas conforme a norma Vancouver. Para mais esclarecimentos, consultar http://www.bu.ufsc.br/ccsm/vancouver.html (em português) ou http://www.icmje.org (em inglês). Sempre que possí­vel incluir o DOI do documentado citado. Resultados não publicados não devem ser incluídos na lista de referências.

Alguns exemplos de referências:

I - Artigos em periódicos

  1. a) Artigo padrão (inclua até seis autores, seguidos de et al. se esse número for excedido). Por exemplo:

Soares WL, Porto MFS. Uso de agrotóxicos e impactos econômicos sobre a saúde. Rev. Saúde Pública. 2012;46(2):209-217.

Vasconcelos Filho JO, Almeida NMGS, Saintrain MVL, Araújo PPPR, Uchoa SH. A saúde bucal na percepção dos idosos de uma Instituição de longa permanência. RBCEH. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano;2010;7.

Campos RTO, Campos GWS, Ferrer AL, Corrêa CRS, Madureira PR, Gama CAP et al. Avaliação de estratégias inovadoras na organização da atenção primária à saúde. Rev. Saúde Pública. 2012:46(1):43-50.

  1. b) Instituição como autor:

Ministério da Saúde. Departamento de Ciência e Tecnologia, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Doenças negligenciadas: estratégias do ministério da saúde. Rev. Saúde Pública. 2010;44(1):200-202.

Conselho Nacional de Saúde. Relatório, final da 1. conferência mundial sobre o desenvolvimento de sistemas universais de seguridade social. Brasí­lia, DF; 2012.

  1. c) Sem indicação de autoria: (Entra-se pelo tí­tulo)

Fortalecendo a pesquisa clínica no Brasil: a importância de registrar os ensaios clí­nicos. Rev. Saúde Pública, 2011;45:436-439.

  1. d) Número com suplemento:

Roncalli AG, Cortes MIS, Peres KG. Perfis epidemiológicos de saúde bucal no Brasil e os modelos de vigilância. Cad. Saúde Pública. 2012;28(Supl1):58-68.

  1. e) Indicação do tipo de texto, se necessário:

Fischer FM. Relevância dos fatores psicossociais do trabalho na saúde do trabalhador. [Editorial]. Rev. Saúde Pública. 2012;46(3): 401-406.

II - Livros e outras monografias

  1. a) Indiví­duo como autor:

Tortora GJ, Derrickson B. Corpo humano: fundamentos de anatomia e fisiologia. 8. ed. Porto Alegre: Artmed; 2012.

  1. b) Organizador ou compilador como autor:

Rigotto R. organizadora. Agrotóxicos, trabalho e saúde: vulnerabilidade e resistência no contexto da modernização agrí­cola no Baixo Jaguaribe/CE. Fortaleza: Edições UFC;2011.

  1. c) Instituição como autor:

Conselho Nacional de Saúde. Relatório. Final da 1. Conferência Mundial sobre o Desenvolvimento de Sistemas Universais de Seguridade Social. Brasí­lia, DF; 2012.

  1. d) capí­tulo de livro:

Marinho AMP, Carneiro FF, Almeida VE. Dimensão socioambiental em área de agronegócio: a complexa teia de riscos, incertezas e vulnerabilidades. In: Rigotto R. organizadora. Agrotóxicos, trabalho e saúde: vulnerabilidade e resistência no contexto da modernização agrí­cola no Baixo Jaguaribe/CE. Fortaleza: Edições UFC, 2011:166-214.

  1. e) Resumo em Anais de congressos:

Vasconcelos Filho, JO, Cavalcante, MAS. Saúde bucal do idoso: a humanização como diferencial no cuidar.In: Anais da III Expoesp. Fortaleza: Escola de Saúde Pública do Ceará; 2008.

  1. f) Trabalhos completos publicados em eventos cientí­ficos:

Lima MSD, Marinho AMCP. A Promoção da saúde para utilização de boas práticas sanitárias em Pindoretama-CE. In: II EXPOESP, 2006, Fortaleza. II EXPOESP - A Escola de Saúde Pública do Ceará na construção do conhecimento e do controle social - Programa e Anais. p. 93-93.

  1. g) Dissertação e tese:

Nobre LLL. A etnomedicina dos Í­ndios pitaguary: do enfoque da biomedicina à subjetividade cultural para promover o bem viver. [Dissertação de Mestrado] Fortaleza: Universidade de Fortaleza; 2002.

Nobre LLL. Análise dos julgamentos do tribunal de contas dos municí­pios do Estado do Ceará: um olhar sobre a prestação de contas dos sistemas municipais de saúde. [Tese de Doutorado] São Paulo: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo; 2010.

III - Outros tipos de trabalho publicado

  1. a) Artigo de jornal:

Gengivites causam preocupação. Diário do Nordeste. Fortaleza, 14 set. 2012:4

Lima AO. Com formação de grupos pequenos são saída para a fruticultura exportar mais. Diário do Nordeste, Fortaleza, 14 set. 2012; Negócios:6

  1. b) Material audiovisual:

Doença de Chagas: virando o jogo: documentário [DVD]. Rio de Janeiro: Fiocruz;2011.

  1. c) Documentos legais:

Brasil. Lei n. 8.080 de 19 de Setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da União 1990; 19 set.

IV - Material no prelo

Sampaio MIC, Peixoto ML. periódicos brasileiros de psicologia indexados nas bases de dados Lilacs e Psyinfo. Bol. Psicol. No prelo.

V - Material eletrônico

  1. a) Artigo em formato eletrônico:

Santos MAB, Moraes RM., Passos SRL. Indicadores de desempenho e decisão sobre terceirização em rede pública de laboratórios. Rev. Saúde Pública [online]. 2012, vol.46, n.3 [citado 2012-09-14], pp. 456-465 . disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102012000300007&lng=pt&nrm=iso>. Epub 17-Abr-2012. ISSN 0034-8910. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000028.

  1. b) Monografia em formato eletrônico:

Carvalho TMT. Perfil epidemiológico dos pacientes admitidos nas salas de observação e estabilização do hospital geral de Fortaleza (HGF). [CD-ROM] Fortaleza: Escola de Saúde Pública do Ceará; 2012.

  1. c) Programa de computador:

Hemodynamics III: the ups and downs of hemodynamics [computer program]. Version 2.2. Orlando (FL): Computerized Educational Systems; 1993.

  • Abreviaturas e sí­mbolos: Não deve conter abreviações no tí­tulo e no resumo. Os termos por extenso aos quais as abreviações correspondem devem preceder sua primeira utilização no texto, a menos que sejam unidades de medidas padronizadas;
  • Aspectos Éticos: nas pesquisas que envolvem seres humanos, os autores deverão deixar claro que as mesmas atenderam à Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde (CNS). O documento de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) deve ser encaminhado sob a forma de documento digitalizado via Transferência de Manuscrito (Etapa 2 da submissão do artigo);
  • Agradecimentos: deve ser breve e citar pessoas, bolsas, projetos e apoio recebido de organismos de fomento. Os nomes de organizações de financiamento devem ser escritos integralmente. Esta seção é opcional.

Antes do processo de submissão, recomenda-se a revisão cuidadosos do manuscrito a ser publicado para verificar se a proposta satisfaz todos os critérios e as normas de aceitação da CadernosESP.

Direitos Autorais

  1. Autores e autoras conservam os direitos de autor e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite a partilha do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  2. Autores e autoras têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: depositar em repositório institucional ou como capí­tulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
  3. Autores e autoras têm permissão e são estimulado/as a publicar e distribuir o seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto depois do processo editorial.

Artigos Originais

Manuscrito de no máximo 15 páginas, que contenha estudo original que agregue, novas informações sobre os conteúdos abordados pela revista, tais quais, ensaios cê­nicos randomizados, estudos caso-controle, coorte, prevalência, incidência, estudos de previsão, estudos de caso, transversais, ecológicos, experimentais ou quase-experimentais, avaliação de programas e Polí­ticas públicas, análise de custo-efetividade, análise de decisão, estudos de avaliação de desempenho de testes diagnósticos para triagem populacional, e os mais variados estudos qualitativos. Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 50), com no máximo 7 autores.

Artigos de Revisão

Manuscrito de no máximo 20 páginas, que utilize métodos sistemáticos e critérios explícitos de identificação, produzido uma reflexão crí­tica de relevância para a pesquisa. Aqui se enquadram, revisão sistemática (com e sem meta-analises), revisão integrativa e revisão de escopo. Os protocolos de revisão devem ser registrados no Prospero (https://www.crd.york.ac.uk/prospero/), ou disponibilizados em algum site de livre acesso, além de serem obrigatórios os protocolos guias para cada tipo de revisão (https://www.equator-network.org/).  Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 50), com no máximo 6 autores.

Artigo Reflexivo

Manuscrito de no máximo 20 páginas, que utilize métodos sistemáticos e critérios explícitos de identificação, produzido uma reflexão crí­tica de relevância para a pesquisa. Aqui se enquadram, revisão sistemática (com e sem meta-analises), revisão integrativa e revisão de escopo. Os protocolos de revisão devem ser registrados no Prospero (https://www.crd.york.ac.uk/prospero/), ou disponibilizados em algum site de livre acesso, além de serem obrigatórios os protocolos guias para cada tipo de revisão (https://www.equator-network.org/).  Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 50), com no máximo 6 autores.

Relatos de Experiência

Manuscrito de no máximo 10 páginas. Descrição de alguma situação prática na saúde pública ou áreas afins, traçando as estratégias de intervenção e seus resultados, de interesse para a qualificação profissional. Que contenha em seu corpo: Resumo, Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão/Considerações Finais e Referências (No máximo 10), com no máximo 5 autores.

Comunicações Breves

Manuscrito de 3 páginas, contendo corpo de texto e referências (No máximo 10), feito por 1 (um) autor

Cartas ao Editor

Máximo de 1 página.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.