Implantação das Políticas Públicas de Provimento e Fixação de Médicos no Ceará

Autores

  • Marco Túlio Aguiar Mourão Ribeiro Médico da Família e Comunidade, Mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Doutorando em Saúde Coletiva pela UFC, Preceptor e Supervisor do Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade da UFC, Professor do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da UFC.
  • Renan Magalhães Montenegro Junior Médico Endocrinologista, doutor em Clínica Médica pela FMRP/USP. Professor associado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará e Gerente de ensino e Pesquisa dos Hospitais Universitários da UFC/EBSERH. Orienta nos Programas de Pós- Graduação em Ciências Médicas (Mestrado e Doutorado) e de Saúde Coletiva (Mestrado e Doutorado). *em experiência na área de Medicina Clínica, com Ênfase em Endocrinologia e Diabetes. Pesquisador bolsista do CNPQ.
  • Tatiana Monteiro Fiuza Médica de Família e Comunidade, Mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará ( UFC), Doutora em Saúde Coletiva pela UFC, Preceptora do Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade da UFC, Professora do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da UFC.
  • Frederico Fernando Esteche Médico de Família e Comunidade, Supervisor do Programa de Residência de Medicina de Família e Comunidade pela Escola de Saúde Pública, Professor da Universidade de Fortaleza.
  • Barbarah Nogueira Rebouças Enfermeira, Especialista em Emergência e Gestão de Emergência em Saúde Pública, Assessora técnica da Diretoria de Pós-gradua*ão da Escola de Saúde Pública do Ceará.
  • Ivana Cristina de Holanda Barreto Médica, Doutora em medicina na área de Pediatria pela Universidade de São Paulo. Pesquisadora Especialista em Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz no Ceará. Possui estágio Pós-Doctor no Departamento de Ciências da Educação na Universidade de Montreal no Canadá. Mestre em Saúde Pública pela UFC.
  • Geziel dos Santos de Sousa Doutor em Saúde Coletiva, mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará e bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará Técnico da Secretaria da Saúde do Município de Fortaleza, Célula de Vigilância Epidemiológica - CEVEPI. Brasil.
  • Marcelo José Monteiro Ferreira Professor da graduação do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da UFC e do Programa de Pós-graduação em Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará.

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Distribuição de Médicos, Equidade em Saúde

Resumo

A partir de 2011, os Ministérios da Saúde e da Educação instituíram programas para prover e fixar os profissionais médicos na atenção primária do Brasil. Este artigo tem como objetivo trazer um relato da implantação destes programas no Ceará a partir de 2012. Trata-se de um estudo descritivo, realizado através de análise documental e coleta de dados que relata a experiência da implantação e implementação dos programas de provimento no estado do Ceará, compreendendo o período entre 2012 e 2016. O Ceará possui, atualmente, 2.352 equipes de saúde da família implantadas, sendo que mais da metade destas são vinculadas aos programas de provimento. Observou-se que 69% dos médicos trabalham nos municípios classificados como G100 e Pobreza. Por meio deste relato de experiência, pode-se considerar a possibilidade de ampliação do número de equipes de saúde da família, capacitando a oportunidade do provimento de médicos para municípios classificados como de extrema pobreza e vulnerabilidade no interior do estado, além de promover a longitudinalidade do cuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-10-2019

Como Citar

1.
Aguiar Mourão Ribeiro MT, Magalhães Montenegro Junior R, Monteiro Fiuza T, Fernando Esteche F, Nogueira Rebouças B, de Holanda Barreto IC, dos Santos de Sousa G, Monteiro Ferreira MJ. Implantação das Políticas Públicas de Provimento e Fixação de Médicos no Ceará. Cadernos ESP [Internet]. 4º de outubro de 2019 [citado 29º de maio de 2024];12(1):92-104. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/160

Edição

Seção

Relato de Experiência, Atualização e/ou Inovação Tecnológica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)