Amamentação Um resgate histórico

Conteúdo do artigo principal

Maria Lúcia Magalhães Bosi
Márcia Tavares Machado

Resumo

Este artigo aborda o tema amamentação através de um resgate desta prática em diferentes momentos da história, recuperando-se crenças e significados atribuídos ao fenómeno em diferentes períodos da humanidade dentre outros aspectos específicos a ele relacionados. Aponta-se, ainda, diversas estratégias utilizadas na alimentação infantil, em diferentes épocas e contextos sociais, analisndo-se suas repercussões na tomada de decisão das mulheres em oferecer ou não o leite materno como alimento exclusivo para seus filhos. As evidências sustentam que o aleitamento artificial é tão antigo quanto a história da civilização humana e que o valor atribuído ao leite materno e às suas vantagens - nutricionais e afetivas - apresentam, na atualidade, flutuações também observadas ao longo da história, em diferentes sociedades. Reafirmase que o ato da amamentar ou não ao peito, a despeito de possuir uma expressão no nível biológico, decorre de processos que transcendem este plano sendo histórica e culturalmente condicionado. Torna-se evidente que essa prática decorre de uma complexa rede de relações nas quais participa um amplo conjunto de elementos e dimensões, muitas das quais aqui examinadas, sofrendo oscilações em diferentes momentos históricos e em distintos contextos sociais. Essa complexidade precisa ser considerada no âmbito das ações em saúde voltaas ao incentivo desta prática.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Lúcia Magalhães Bosi M, Tavares Machado M. Amamentação: Um resgate histórico. Cadernos ESP [Internet]. 5º de setembro de 2019 [citado 4º de outubro de 2022];1(1):14-22. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/5
Seção
Artigos de Revisão