INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO DO PÉ DIABÉTICO: CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO

Conteúdo do artigo principal

Beatriz Aguiar da Silva
Beatriz Mourão Pereira

Resumo

Desenvolver uma ferramenta de avaliação do pé diabético na Atenção Primaria à Saúde em uma unidade de saúde do leste maranhense. Trata-se de um estudo metodológico, realizado na Estratégia de Saúde da Família (ESF), desenvolvido em três etapas: 1) Construção com base na revisão bibliográfica; 2) Aplicação do instrumento para o pré-teste com o público-alvo; 3) Aplicação do conteúdo pelos profissionais de nível superior, o pós-teste. Na fase pré-teste, identificou-se 53 pacientes; a primeira versão do instrumento foi constituída de 8 itens, e ao final do pré-teste, adaptou-se os itens de identificação, avaliação dos fatores de risco, estratificação de risco e capacidade de autocuidado; a última etapa de construção e validação desse instrumento foi a aplicação pelos profissionais de nível superior da ESF Pirajá. O uso de uma tecnologia nos serviços de saúde contribui para adequação e aprimoramento da assistência prestada.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Aguiar da Silva B, Mourão Pereira B. INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO DO PÉ DIABÉTICO: CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO. Cadernos ESP [Internet]. 30º de dezembro de 2022 [citado 27º de janeiro de 2023];16(4):27-33. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/843
Seção
Artigos Originais

Referências

Karuranga S, et a. International Diabetes Federation: Diabetes atlas 2019.

Melo CF, Ponte ES, Bezerra GC, Cavalcante AS. Intervenção educacional como ferramenta de gestão aos diabéticos. Cadernos ESP [online]. 2020 [citado 5º de fevereiro de 2022];14(1):111-4. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/290

Malta DC et al. Probabilidade de morte prematura por doenças crônicas não transmissíveis, Brasil e regiões, projeções para 2025. Revista Brasileira de Epidemiologia. 2019, v. 22, e190030. DOI: 10.1590/1980-549720190030.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Manual do pé diabético: estratégia para o cuidado da pessoa com doença crônica. Ministério da Saúde [internet]. Brasília: 2016. Disponível em: https://aps.saude.gov.br/biblioteca/visualizar/MTMzNQ

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Estratégia para o cuidado da pessoa com doença crônica: Diabetes mellitus. Ministério da Saúde [internet]. Brasília: 2013. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_diabetes_mellitus_cab36.pdf

Gardona RGB, Barbosa DA. The importance of clinical practice supported by health assessment tools. Rev Bras Enferm. 2018;71(4):1815-1816. DOI: 10.1590/0034-7167-2018710401.

Lira JAC et al. Fatores associados ao risco de pé diabético em pessoas com diabetes mellitus na Atenção Primária. Revista da Escola de Enfermagem da USP. 2021, v. 55, e03757. DOI:10.1590/S1980-220X2020019503757.

Silva JMTS et al. Fatores associados à ulceração nos pés de pessoas com diabetes mellitus residentes em área rural. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2017, v. 38, n. 3, e68767. DOI:10.1590/1983-1447.2017.03.68767.

Fernandes FCGM et al. O cuidado com os pés e a prevenção da úlcera em pacientes diabéticos no Brasil. Cadernos Saúde Coletiva. 2020, v. 28, n. 2, pp. 302-310. DOI: 10.1590/1414-462X202028020258.

Gontijo PVC et al. Assessment of tissular integrity in patients with diabetic foot. Revista Brasileira de Enfermagem. 2020, v. 73 (suppl 5), e20200032. DOI: 10.1590/0034-7167-2020-0032.

Oliveira MN et al. Evaluation of self-care for diabetic foot prevention and clinical examination of the feet ina diabetes mellitus reference center. J.health biol sci [online]. 2017[citado 2022-02-05]; v.5, n.3, p.265-271. Disponível em: https://periodicos.unichristus.edu.br/jhbs/article/view/1092/450

Reis JMC et al. Demographic and socioeconomic profiles of patients admitted with diabetic foot complications in a tertiary hospital in Belem - Para. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. 2020, v. 47, e20202606. DOI: 10.1590/0100-6991e-20202606.

Figueiredo EOC, Barros FO, Santos EF, Pimentel TS, Góis CFL, Otero LM. Avaliação do grau de risco para pé diabético em indivíduos com diabetes mellitus tipo 2. Rev enferm UFPE. 2017, v. 11, pag. 4692-9, 2017. DOI: DOI: 10.5205/reuol.11138-99362-1-SM.1111sup201720.

Ramos TTO, Santos MCQ, Lins BS, Melo ECA, Santos SMP, Noronha JAF. Avaliação da perda da sensibilidade protetora plantar como diagnóstico precoce da neuropatia diabética. Braz. J. of Develop. 2020, v. 6, n.5, p.27500-27514. DOI: 10.34117/bjdv6n5-266.