Aspectos clínicos e epidemiológicos da Leishmaniose Tegumentar Americana no Estado do Ceará, Brasil, no Período de 2007 a 2016

Conteúdo do artigo principal

Jane Cris de Lima Cunha
Ana Rita Paulo Cardoso
Levi Ximenes Feijão
Barbara dos Santos Crisóstomo
Roberta de Paula Oliveira

Resumo

A transmissão da LTA não mudou de forma significativa nos últimos 50 anos, tornando relevante o conhecimento do seu perfil epidemiológico. Trata-se de um estudo descritivo, transversal, realizado com os casos confirmados de LTA no Ceará de 2007 a 2016. No período houve 8.405 casos, a maioria, 8.158 (97,06%), em sua forma clínica cutânea, sendo na maioria homens, 4.452 (52,65%), sobressaindo a faixa etária de 20 a 39 anos, 2.392 (28,46%). Houve cura em 6.518 casos (77,55%) e 14 (0,16%) óbitos, conferindo uma taxa de letalidade de 0,17%. Com notificações em todos os anos, variando de 394 (2016) a 1.168 (2007). As maiores taxas de incidência foram em 2007 (14,03/100.000) e 2009 (13,40/100.000). A maioria dos pacientes teve transmissão autóctone, 7.647 (90,98%) e 5.526 (68,02%) moravam na zona urbana, com 4.623 (55%) dos pacientes provenientes de Uruburetama, Pacoti, São Benedito, Itapajé, Crato, Barbalha, Ibiapina, Ipu e Viçosa. A LTA continua sendo uma endemia no Estado do Ceará, pela intensa transmissão domiciliar concentrada em nove municípios e por seu potencial de deformação e comprometimento de órgãos.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Cris de Lima Cunha J, Rita Paulo Cardoso A, Ximenes Feijão L, dos Santos Crisóstomo B, de Paula Oliveira R. Aspectos clínicos e epidemiológicos da Leishmaniose Tegumentar Americana no Estado do Ceará, Brasil, no Período de 2007 a 2016. Cadernos ESP [Internet]. 4º de outubro de 2019 [citado 5º de dezembro de 2022];11(2):10-7. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/115
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Jane Cris de Lima Cunha

Médica Veterinária, Doutora em Saúde Coletiva, Assessora Técnica do
Núcleo de Controle de Vetores/COPROM/SESA-CE, Secretaria de Saúde do
Estado do Ceará.

Ana Rita Paulo Cardoso

2. Enfermeira, Mestre em Saúde Coletiva, Assessora técnica da Coordenadoria
de Vigilância em Saúde (CVS) da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará
(SESA)

Levi Ximenes Feijão

Biólogo, Graduado, Assessor Técnico do Núcleo de Controle de Vetores/
COPROM/SESA-CE, Secretaria de Saúde do Estado do Ceará.

Barbara dos Santos Crisóstomo

4. Acadêmica de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará-UFC.

Roberta de Paula Oliveira

5. Médica Veterinária, Especialista em Vigilância Sanitária, Supervisora do
Núcleo de Controle de Vetores/COPROM/SESA-CE, Secretaria de Saúde do
Estado do Ceará.