MONITORAMENTO SISTEMÁTICO DA SALA DE APOIO À MULHER QUE AMAMENTA
PDF

Palavras-chave

Aleitamento Materno
Leite Humano
Amamentação
Promoção da Saúde
Monitoramento

Como Citar

1.
Marques de Morais Melo J, Cavalcante e Silva A, Erotildes Maranhão Mariano R, Rafaela Nóbrega N, Mesquita Florêncio R. MONITORAMENTO SISTEMÁTICO DA SALA DE APOIO À MULHER QUE AMAMENTA. Cadernos ESP [Internet]. 21º de maio de 2021 [citado 25º de junho de 2021];15(1):129-36. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/429

Resumo

O incentivo ao aleitamento materno é uma importante estratégia de promoção da saúde da criança, útil para garantir a nutrição adequada e fortalecer o vínculo, o afeto e a proteção. A Sala de Apoio à Mulher que Amamenta / Posto de Coleta de Leite Humano é um equipamento da Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza, disponibilizado para a população desde 2015, estando presente em oito Unidades de Atenção Primária à Saúde, com o propósito de acolher as mães que amamentam e que apresentam intercorrências no período de lactação. O estudo objetivou criar um instrumento de monitoramento e avaliação deste serviço, contendo todas as informações necessárias, para ser utilizado por todas as Salas de Apoio, de modo a uniformizar as informações colhidas, permitindo aparelhar a gestão com um monitoramento sistemático e padronizado. Para a sua implementação, fez-se necessária a sensibilização dos profissionais e trabalhadores destas Salas de Apoio. A aplicação do instrumento permite a criação de indicadores, considerando-se os itens e variáveis que o compõem, a fim de que se possa acompanhar os resultados obtidos, fortalecer a equipe e auxiliar no direcionamento das atividades, evitando o desperdício de tempo e esforços em ações não efetivas, além de subsidiar as decisões da gestão.

PDF

Referências

Ministério da Saúde. Manual Instrutivo para Implementação da Agenda para Intensificação da Atenção Nutricional à Desnutrição Infantil Portaria nº 2.387, de 18 de outubro de 2012 Brasília. 2013ª

Ministério da Saúde. Portaria nº 1.920/GM/MS, de 5 de setembro de 2013, que institui a Estratégia Nacional para Promoção do Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável no SUS - Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB), 2013b.

Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. 2. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2015a. 184 p. (Cadernos de Atenção Básica; n. 23)

Ministério da Saúde. Secretaria de Política de Saúde. Organização Pan Americana da Saúde. Guia alimentar para crianças menores de dois anos / Secretaria de Políticas de Saúde, Organização Pan Americana da Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2018. 163 p.

Ministério da Saúde. Saúde da criança: o que é, cuidados, políticas, vacinação, aleitamento. Disponível em <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/crianca>. Acesso em: 07 de ago. de 2019.

PINHEIRO, C. Mortalidade infantil aumenta pela primeira vez desde 1990. Sociedade Brasileira de Pediatria. 2018a. Disponível em <https://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/mortalidade-infantil-aumenta-pela-primeira-vez-desde-1990/>. Acesso em: 07 de ago de 2019

JONES, G. et al. How many child deaths can we prevent this year? Lancet, London, v. 362, n. 9377, p. 65-71, Jul. 2003.

Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno. Rede Amamenta Brasil: os primeiros passos (2007–2010). Brasília: Ministério da Saúde, 2011. 58 p.

Ministério da Saúde. Guia para implantação de salas de apoio à amamentação para a mulher trabalhadora / Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília: Ministério da Saúde, 2015b. 16 p.

SANTOS, E. M. dos et al . Avaliação do aleitamento materno em crianças até dois anos assistidas na atenção básica do Recife, Pernambuco, Brasil. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 24, n. 3, p. 1211-1222, mar. 2019.

Horta Bernardo L, Victora Cesar G, Gigante Denise P, Santos Janaina, Barros Fernando C. Duração da amamentação em duas gerações. Rev. Saúde Pública [Internet]. 2007 Feb [cited 2020 Mar 13] ; 41( 1 ): 13-18. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102007000100003&lng=en. https://doi.org/10.1590/S0034-89102007000100003.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Cadernos ESP - Revista Científica da Escola de Saúde Pública do Ceará