Acadêmicos de Medicina

Sua Relação com o Ócio e a Prática de Atividade Física como Combate à Ansiedade e ao Estresse

Autores

  • David de Alencar Correia Maia Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza, professor da Universidade Vale do Acaraú.
  • Regina Heloisa Mattei de Oliveira Maciel Professora doutora do curso de Psicologia da Universidade de Fortaleza.
  • Jéssica Araújo Vasconcelos Aluna do curso de medicina da Universidade de Fortaleza
  • José Osmar Vasconcelos Filho Professor doutor do Centro de Investigação Científi ca da Escola de Saúde Pública do Ceará.

Palavras-chave:

Ansiedade, Estresse, Atividade física

Resumo

O objetivo da pesquisa é relatar as atividades desenvolvidas pelos estudantes de medicina, relacionando-as com o trabalho, a depressão, a ansiedade e a prática de atividades físicas, contextualizando-as no atual modelo de sociedade que prega a máxima produção e o melhor do desempenho pessoal em todas as situações, fundamentando-se na circulação acelerada da força de trabalho, de bens e capital, orientada ao crescimento constante e sem limites. Tais condições podem gerar uma grande angustia para os que vivem neste sistema. Os estudantes universitários quase sempre são orientados, desde cedo, a viver em busca do máximo de sua capacidade intelectual para obterem a excelência em sua formação. Vivendo neste padrão muitas vezes esquecem que a boa qualidade de vida pede momentos de lazer, prática de atividades físicas e até mesmo de ócio, levando-se em conta o sentido original desta palavra. Dentro do grupo de universitários temos os estudantes de medicina, que além da pressão acadêmica em que vivem, existe a cobrança social, já que por estarem sendo formados para lidar com vidas, devem dominar todo o conhecimento técnico científico, o que demanda tempo e dedicação exaustiva. O presente estudo é investigativo, transversal, de natureza quantitativa, realizado na cidade de Fortaleza, Ceará, no período de 15 de setembro a 20 de outubro de 2010, com 324 alunos do curso de Medicina. Os dados foram coletados por meio de um questionário estruturado, com perguntas abertas e fechadas, sendo os resultados obtidos registrados em tabelas e gráficos e submetidos a validação de confiabilidade estatística utilizando-se o programa SPSS 16.0.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-09-2019

Como Citar

1.
de Alencar Correia Maia D, Mattei de Oliveira Maciel RH, Araújo Vasconcelos J, Osmar Vasconcelos Filho J. Acadêmicos de Medicina: Sua Relação com o Ócio e a Prática de Atividade Física como Combate à Ansiedade e ao Estresse . Cadernos ESP [Internet]. 19º de setembro de 2019 [citado 29º de maio de 2024];5(1):62-73. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/54

Edição

Seção

Relato de Experiência, Atualização e/ou Inovação Tecnológica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)