Percepção de Profissionais e Gestores de Saúde Sobre a Estratégia e-SUS Atenção Básica e sua Relação com a Vigilância Alimentar e Nutricional

Conteúdo do artigo principal

Katweurya Santana Campos
Raquel Simões Monteiro Alves
Emanuel Diego dos Santos Penha

Resumo

A estratégia e-SUS é uma integração dos sistemas de informação que compõem as Redes de Atenção à Saúde, permitindo o registro das informações em saúde de forma individualizada e possibilitando o acompanhamento do histórico dos atendimentos de cada usuário, assim como a produção de cada profissional da Atenção Básica. No contexto do gerenciamento de informações, no âmbito da Atenção Básica, também, situa-se a Vigilância Alimentar e Nutricional, considerada como um conjunto de estratégias rotineiras e contínuas de coleta, análise, processamento e interpretação de dados sobre o perfil alimentar e diagnóstico nutricional da população, dando apoio às ações de promoção da saúde. Este estudo analisa a percepção dos profissionais sobre o e-SUS, no contexto da Atenção Básica, no município de Quixadá-Ceará. A metodologia consiste em uma abordagem qualitativa fenomenológica com análise de conteúdo. A pesquisa foi realizada em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na Secretaria Municipal de Saúde, por meio de uma entrevista estruturada, destinada aos profissionais médicos, enfermeiros, nutricionistas e coordenadores da Atenção Básica e ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família, no mês de setembro do ano de 2015. Os conteúdos foram agrupados em cinco categorias, em ordem decrescente de frequência, proporcionando uma visão geral e objetiva das ideias mais enfatizadas pelos entrevistados. As categorias encontradas foram: ?Conflito entre expectativa de modernização e aumento de carga de trabalho?; ?Vigilância Alimentar e Nutricional?; ?Sintomas de verticalização de decisões e implementação?; ?Ações baseadas em resultados do e-SUS?; ?Reconhecimento do nutricionista?. Os profissionais reconhecem os avanços do e-SUS como uma importante ferramenta, porém enfrentam limitações e dificuldades da implantação no cotidiano dos serviços de saúde, provavelmente, por conta da maneira como está sendo implementado no município. Eles veem muito potencial para ações em prevenção e promoção da saúde com base em Vigilância Alimentar e Nutricional e reconhecem a importância do nutricionista na Atenção Básica. Por fim, espera-se que esse estudo possa contribuir para melhoria na implementação do e-SUS no município a partir das questões apresentadas pelos profissionais da saúde.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Santana Campos K, Simões Monteiro Alves R, Diego dos Santos Penha E. Percepção de Profissionais e Gestores de Saúde Sobre a Estratégia e-SUS Atenção Básica e sua Relação com a Vigilância Alimentar e Nutricional . Cadernos ESP [Internet]. 4º de outubro de 2019 [citado 5º de dezembro de 2022];10(1):07-18. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/98
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Katweurya Santana Campos

Graduação em Nutrição pela UFPI. Residência Multiprofissional em
Saúde da Família e Comunidade (ESP-CE). Especialização em nutrição
Clínica, Metabolismo, Prática e Terapia Nutricional pela Universidade Estácio
de Sá.

Raquel Simões Monteiro Alves

Graduação em Nutrição pela UECE. Mestre em Nutrição e Saúde (UECE).
Especialista em Saúde da Família e Comunidade em caráter de Residência
(UECE). Especialista em Alimentação e Nutrição na Atenção Básica - ENSP/
FIOCRUZ

Emanuel Diego dos Santos Penha

Graduação em Nutrição pela UECE. Mestre em Nutrição e Saúde (UECE).

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)