A INSERÇÃO DE DUAS PSICÓLOGAS RESIDENTES EM TEMPOS DE COVID-19

THE INSERT OF TWO RESIDENT PSYCHOLOGISTS IN COVID-19 ERA

  • Kelly Cristine Lemos Silva Psicóloga residente pela Escola de Saúde Pública (ESP/RIS-CE).
  • Maria Eliara Gomes Lima Psicóloga residente pela Escola de Saúde Pública (ESP/RIS-CE).
Palavras-chave: Psicologia, Residência, COVID-19

Resumo

Objetivo: Discutir o suporte psicológico no contexto hospitalar, atrelado ao papel do profissional de psicologia diante da conjuntura de pandemia. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo, na modalidade de relato de experiência, que visa descrever a atuação de duas Psicólogas na Residência Multiprofissional em Saúde no Hospital São José de Doenças Infecciosas, localizado no município de Fortaleza - Ceará. Resultados: O relato de experiência desses atendimentos trouxe a realidade do ambiente hospitalar, dos pacientes e dos familiares que acompanham os seus entes queridos e a condição emocional destes. E a reflexão do quão é relevante o trabalho do psicólogo e a humanização do cuidado com estes pacientes internados por coronavírus diante da finitude da vida, assim como a importância do uso das tecnologias e a visita virtual familiar como uma forma de aproximação dos vínculos familiares no cenário de pandemia. Discussão: Discute-se a articulação da temática do cuidado psicológico na atuação hospitalar, os impactos causados pelo isolamento e distanciamento e as possibilidades de atuação a partir de uma prática de cuidado humanizado. Conclusão: Pode-se concluir que, através das intervenções realizadas, houve o alívio do sofrimento psíquico, a busca de estratégias de enfrentamento e reflexões acerca da hospitalização, bem como o fortalecimento da autonomia e a potencialização da individualidade e identidade de cada sujeito.

PALAVRAS-CHAVE: Psicologia; Residência; COVID-19. 

 

 

ABSTRACT

Objective: To discuss psychological support in the hospital context, linked to the role of the psychology professional in the context of pandemic. Methodology: This is a qualitative study, in the experience reporting modality, which aims to describe the performance of two Psychologists in the Multiprofessional Residence in Health at the São José Hospital of Infectious Diseases, located in the city of Fortaleza - Ceará. Results: The report of experience of these services brought the reality of the hospital environment, of patients and family members who accompany their loved ones and their emotional condition. And the reflection of how relevant is the work of the psychologist and the humanization of care for these patients hospitalized by coronavirus before the finitude of life, as well as the importance of the use of technologies and virtual family visits as a way of bringing family ties closer to the pandemic scenario. Discussion: It discusses the articulation of the theme of psychological care in the hospital performance, the impacts caused by isolation and distance and the possibilities of action from a practice of humanized care. Conclusion: It can be concluded that through the interventions carried out there was the relief of psychic suffering, the search for coping strategies and reflections on hospitalization, as well as the strengthening of autonomy and the empowerment of the individuality and identity of each subject.

KEYWORDS: Psychology; Residence; COVID-19.

 

RESUMEN

Objetivo: Discutir el soporte psicológico en el contexto hospitalario, unido al papel del profesional de psicología ante la coyuntura de pandemia. Metodología: Se trata de un estudio cualitativo, en la modalidad de relato de experiencia, que busca describir la actuación de dos Psicólogas en la Residencia Multiprofesional en Salud en el Hospital São José de Doenças Infecciosas, localizado en el municipio de Fortaleza - Ceará. Resultados: El relato de experiencia de estas atenciones trajo la realidad del ambiente hospitalario, de los pacientes y de los familiares que acompañan a sus seres queridos y la condición emocional de éstos. Y la reflexión de cuán relevante es el trabajo del psicólogo y la humanización del cuidado con estos pacientes internados por coronavirus ante la finitud de la vida, así como la importancia del uso de las tecnologías y la visita virtual familiar como una forma de acercamiento de los vínculos familiares en el escenario de pandemia. Discusión: Se discute la articulación de la temática del cuidado psicológico en la actuación hospitalaria, los impactos causados por el aislamiento y distanciamiento y las posibilidades de actuación a partir de una práctica de cuidado humanizado. Conclusión: Se puede concluir que a través de las intervenciones realizadas hubo el alivio del sufrimiento psíquico, la búsqueda de estrategias de enfrentamiento y reflexiones sobre la hospitalización, así como el fortalecimiento de la autonomía y la potenciación de la individualidad e identidad de cada sujeto.

PALABRAS CLAVE: Psicología; Residencia; COVID-19

Referências

Rossoni E, Lampert J. Formação de profissionais para o sistema único de saúde e as diretrizes curriculares. Bol Saúde. 2004;18(1): 87-98.

Nascimento DDG, Oliveira MAC. Competências profissionais e o processo de formação na residência multiprofissional em saúde da família. Saude Soc. 2010;19(4): 814-827.

Feuerwerker LCM. Mudanças na educação médica e residência médica no Brasil. Interface (Botucatu). 1998;2(3): 51-71.

Brasil, MS. Residência Multiprofissional em saúde: experiências, avanços e desafios. Brasília; 2006. [citado em 2020 Mai 15] Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/>.

Brasil, MS. Residência Multiprofissional em saúde: experiências, avanços e desafios. Brasília; 2006. [citado em 2020 Mai 15] Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/>.

Ismael SMC. A inserção do psicólogo no contexto hospitalar. In: Ismael SMC. (org). A prática psicológica e sua interface com as doenças. 2. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2010: 17-35.

Kernkraut AM, Silva ALM, Gibello J. O psicólogo no hospital: da prática assistencial à gestão de serviço. 1 ed. São Paulo: Edgard Blucher Ltda; 2017.

Ferreira-Santos E. Psicoterapia breve: abordagem sistematizada de situações de crise. 5 ed. São Paulo: Ágora; 2013.

Moré CLO, et al. As representações sociais do psicólogo entre os residentes do programa de saúde da família e a importância da interdisciplinaridade. Psicol Hosp. 2004;1(1): 59-75.

Conselho Federal de Psicologia. Coronavírus: cuidado com profissionais que atuam no SUS e no SUAS. Brasília; 2020. [citado em 2020 Mai 15] Disponível em: <https://site.cfp.org.br/coronavirus-cuidado-com-profissionais-que-atuam-no-sus-e-no-suas/>.

Ministério da Saúde. Recomendações de proteção aos trabalhadores dos serviços de saúde no atendimento de Covid-19 e outras síndromes gripais. Brasília; 2020.[citado em 2020 Mai 15] Disponível em: <https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/16/01-recomendacoes-de-protecao.pdf>.

Bueno FA. Psicoterapia dinâmica breve no contexto de um hospital escola e suas associações com a aliança terapêutica. Ribeirão Preto: Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Universidade de São Paulo; 2009.

Ismael SMC. A inserção do psicólogo no contexto hospitalar. In: Ismael SMC. (org). A prática psicológica e sua interface com as doenças. 2. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2010: 17-35.

Conselho Federal de Psicologia. Código de Ética Profissional. Brasília; 2005. [citado em 2020 Mai 15] Disponível em: <https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf>.

Boris GDJB. Versões de sentido: um instrumento fenomenológico-existencial para a supervisão de psicoterapeutas iniciantes. Psicol Clin. 2008;20(1): 165-180.

Organização Mundial Pan-Americana da Saúde. Folha informativa- Covid-19: doença causada pelo novo coronavírus. Brasília; 2020. [citado em 2020 Mai 17]. Disponível em: <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875>.

Ministério da Saúde. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia COVID-19. Brasília; 2020. [citado em 2020 Mai 30] Disponível em: <https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/cartilha_recomendacoes_gerais_06_04.pdf>.

Franco MHP. Luto Antecipatório em Cuidados Paliativos. In: Franco MHP, Polido KK. Atendimento Psicoterapêutico no Luto. 1 ed. Rio de Janeiro: Zagodoni; 2014: 27-35.

Ministério da Saúde. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia COVID-19. Brasília; 2020. [citado em 2020 Mai 30] Disponível em: <https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/cartilha_recomendacoes_gerais_06_04.pdf>.

Angerami-Camon VA. Psicologia Hospitalar: Teoria e prática. 2 ed. São Paulo: Ceangage Learning; 2018.

Angerami-Camon VA. Tendências em Psicologia Hospitalar. 1 ed. São Paulo: Ceangage Learning; 2009.

Moretto MLT. O que pode um analista no hospital?. 1 ed. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2002: 19-210.

Publicado
2020-07-22