Obesidade e risco de suicídio em pacientes bipolares
PDF

Palavras-chave

Transtorno bipolar
Suicídio, Obesidade
Sobrepeso

Como Citar

1.
Vasconcelos e Martins Gomes IE, Bastos Lima A, Santiago Gerhard E, Lima Torquato G, Carvalho Aguiar Melo M, Lopes Cruz N, Baquit Campos R, Medeiros Sales T. Obesidade e risco de suicídio em pacientes bipolares . Cadernos ESP [Internet]. 19º de setembro de 2019 [citado 18º de setembro de 2021];5(2):34-4. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/61

Resumo

No transtorno afetivo bipolar há alto risco de morte por suicídio e comorbidades, sendo a obesidade uma das mais importantes. Alguns estudos tentam correlacionar obesidade e pior desfecho no transtorno afetivo bipolar. Investigar a associação entre obesidade e tentativa de suicídio prévia nos pacientes com transtorno afetivo bipolar bem como outros fatores de risco envolvidos. Realizou-se a coleta de dados sócio-demográficos e clínicos em 50 pacientes do Hospital de Saúde Mental de Messejana (HSMM) diagnosticados com transtorno bipolar. Os dados foram obtidos através de questionários de pesquisa aplicados por médicos treinados. Dividiram-se os pacientes entre aqueles com e sem tentativa de suicídio prévia, havendo comparação estatística para avaliar preditores de tentativas suicidas anteriores. Observou-se que 52% (n=26) dos pacientes tentaram suicídio ao longo da doença. A média do índice de massa corporal foi 27,95 kg/m2, sendo 38% (n=19) da amostra obesa. Observou-se associação entre o grupo com tentativa de suicídio prévia e pensamento suicida ao longo da doença (p=0,000), bem como com número de episódios afetivos no último ano (p=0,046). Não houve associação entre as variáveis obesidade/sobrepeso e suicídio tentado previamente. Esses resultados reforçam a relevância das altas taxas de suicídio e obesidade em pacientes com transtorno afetivo bipolar.

PDF