O USO DE DIRETRIZES DE PRÁTICA CLÍNICA NOS ATENDIMENTOS DE FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE RELATO DE EXPERIÊNCIA

Conteúdo do artigo principal

Brandon Lee Lopes Tavares
Italo Caldas Silva

Resumo

Relatar momentos em que foi propiciado aos usuários das UAPSs vivenciar uma reabilitação baseada nas diretrizes de práticas clínicas utilizando recursos com baixo custo financeiro. Trata-se de um relato de experiência de natureza descritiva, que tem o objetivo de sistematizar o conhecimento adquirido a partir de atendimentos de fisioterapia realizados durante o período da Residência Multiprofissional em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará, com usuários da UAPS. O plano terapêutico era construído seguindo as diretrizes de práticas clínicas para cada condição especifica. Durante os atendimentos, os pacientes foram percebendo a melhora clínica tanto da sintomatologia dolorosa quanto da funcionalidade e entendendo a importância do papel terapêutico dos exercícios físicos. Apesar das dificuldades encontradas nos serviços de saúde, como a falta de insumos adequados, é possível mudar a realidade dos atendimentos de fisioterapia, sendo necessário à implementação de práticas eficientes.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Lopes Tavares BL, Caldas Silva I. O USO DE DIRETRIZES DE PRÁTICA CLÍNICA NOS ATENDIMENTOS DE FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Cadernos ESP [Internet]. 13º de junho de 2022 [citado 25º de junho de 2022];16(2):114-8. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/678
Seção
Relato de Experiência, Atualização e/ou Inovação Tecnológica

Referências

Tanaka OY. Avaliação da atenção básica em saúde: uma nova proposta. Saúde e Sociedade [online]. 2011[citado em 2021 Jul 31];20(4): 927-4. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-12902011000400010. Epub 12 Dez 2011. ISSN 1984-0470. doi https://doi.org/10.1590/S0104-12902011000400010.

Portes LH, et al. Atuação do fisioterapeuta na atenção básica à saúde: uma revisão da literatura brasileira. Rev APS. 2011;14(1):111-9.

Barría RM. Implementing Evidence-Based Practice: A challenge for the nursing practice. Invest Educ Enferm. 2014; 32(2):191-3. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttextHYPERLINK "http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-53072014000200001"&HYPERLINK "http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-53072014000200001"pid=S0120-53072014000200001.

Kolasinski SL, et al. 2019 American College of Rheumatology/Arthritis Foundation Guideline for the Management of Osteoarthritis of the Hand, Hip, and Knee. Arthritis Rheumatol. 2020;72: 220-233. doi https://doi.org/10.1002/art.41142.

Doiron-Cadrin P, et al. Shoulder Rotator Cuff Disorders: A Systematic Review of Clinical Practice Guidelines and Semantic Analyses of Recommendations. Arch Phys Med Rehabil. 2020 Jul;101(7):1233-42. doi: 10.1016/j.apmr.2019.12.017. Epub 2020 Jan 31. PMID: 32007452.

Oliveira CB, et al. Clinical practice guidelines for the management of non-specific low back pain in primary care: an updated overview. Eur Spine J. 2018 Nov;27(11):2791-803. doi: 10.1007/s00586-018-5673-2. Epub 2018 Jul 3. PMID: 29971708.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.