A representação social da primigesta em relação ao parto

Conteúdo do artigo principal

Thais de Fátima Aissa
Maria do Vale Oba
Mary Cristina Ribeiro Lacôrte Ramos Pinto
Rogério José Scandiuzzi
Daniela Witter Soares
Daniele Francelino Gomes

Resumo

Conhecer as representações sociais das primigestas em relação ao tipo de parto. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, orientado pela Teoria das Representações Sociais. Para a coleta de dados utilizou-se a técnica de entrevista semiestruturada. A amostra foi constituída por primigestas assistidas em unidades da rede básica de saúde de uma cidade de médio porte do interior de São Paulo. Os discursos apontam como representações sociais em relação ao parto: ?Medo e Sofrimento? e ?Educação em Saúde no pré-natal?. A representação social das primigestas se caracteriza por medo da dor e sofrimento, apontando para a necessidade de reversão desta expectativa por meio de uma assistência pré-natal, que possibilite acesso às informações necessárias para opção segura e consciente quanto ao tipo de parto.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Aissa T de F, do Vale Oba M, Ribeiro Lacôrte Ramos Pinto MC, Scandiuzzi RJ, Witter Soares D, Francelino Gomes D. A representação social da primigesta em relação ao parto . Cadernos ESP [Internet]. 3º de outubro de 2019 [citado 9º de dezembro de 2022];8(1):11-9. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/68
Seção
Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)