REFLEXÃO EM TORNO DA SÍNDROME DE BURNOUT EM MÉDICOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Conteúdo do artigo principal

Marília Magalhães Tahim Marinho
Artur Paiva dos Santos

Resumo

Refletir acerca dos fatores envolvidos no adoecimento mental entre os médicos, com destaque para o desenvolvimento da Síndrome de Burnout (SB) no contexto da Atenção Primária à Saúde. Ensaio reflexivo realizado entre agosto e outubro de 2021, a partir da experiência de uma médica em cenário formativo de Atenção Primária. A literatura evoca desvios do processo laboral que põem em risco a saúde mental do profissional da linha de frente. Surge, então, a necessidade de reestruturar os processos de formação e de trabalho, tendo como foco a promoção da saúde da equipe com vários recursos que visam diminuir a sobrecarga. A SB emerge como um problema de saúde pública e deve ser colocada em pauta para que se possa construir ambientes protetores para os que, cuidando da saúde dos outros, esquecem a sua.

Detalhes do artigo

Como Citar
1.
Magalhães Tahim Marinho M, Paiva dos Santos A. REFLEXÃO EM TORNO DA SÍNDROME DE BURNOUT EM MÉDICOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA. Cadernos ESP [Internet]. 30º de setembro de 2022 [citado 9º de dezembro de 2022];16(3):88-93. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/741
Seção
Artigos Reflexivos

Referências

Maslach C, Leiter M. Trabalho: fonte de prazer ou desgaste? Guia para vencer o estresse na empresa. Papirus. Campinas; 1999.

Barbosa G. A saúde dos médicos no Brasil. Conselho Federal de Medicina, editor. Brasília (DF); 2007.

Moreira H, Souza K, Yamaguchi M. Síndrome de Burnout em médicos: uma revisão sistemática. Rev Bras Saúde Ocup [Internet]. 2018 Mar 12;43. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572018000100401&lng=pt&tlng=pt

Starfield B. Atenção primária e sua relação com a saúde. Atenção Primária. Equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. 2002.

Gracino M, Zitta A, Mangili O, Massuda E. A saúde física e mental do profissional médico: uma revisão sistemática. Saúde em Debate [Internet]. 2016 Sep;40(110):244–63. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042016000300244&lng=pt&tlng=pt

Meneghetti F. O que é um ensaio-teórico? Rev Adm Contemp [Internet]. 2011 Apr;15(2):320–32. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552011000200010&lng=pt&tlng=pt

Gerhardt TE, Silveira DT. Métodos de Pesquisa. Editora da UFRGS, editor. Porto Alegre; 2009. 120 p.

Paparelli R, Sato L, Oliveira F. A saúde mental relacionada ao trabalho e os desafios aos profissionais da saúde. Rev Bras Saúde Ocup [Internet]. 2011 Jun;36(123):118–27. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0303-76572011000100011&lng=pt&tlng=pt

Tomas T et al. Do outro lado da mesa: a Síndrome de Burnout em médicos de família da APS. 2021.

Carlotto MS, Câmara SG. Análise da produção científica sobre a Síndrome de Burnout no Brasil. s/a.

Silveira K, Pereira N, Barros A, Pinto T, Reis A, Oliveira C, et al. Adoecimento médico: Um estudo de revisão. Brazilian J Heal Rev [Internet]. 2020;3(4):9696–711. Available from: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/14251/11869

Brasil. Portaria de Consolidação no2, de 28 de setembro de 2017. Anexo XXII. Anexo que aprova a Política Nacional de Atenção Básica. 2017.

Morelli S, Sapede M, Correia A. Burnout em médicos da Atenção Primária: uma revisão sistemática. Rev Bras Med Família e Comunidade [Internet]. 2015 Mar 31;10(34):1–9. Available from: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/958

Soler JK, Yaman H, Esteva M, Dobbs F, Asenova RS, Katic M, et al. Burnout in European family doctors: the EGPRN study. Fam Pract [Internet]. 2008 Aug 1;25(4):245–65. Available from: https://academic.oup.com/fampra/article-lookup/doi/10.1093/fampra/cmn038

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)