Ocorrência de doenças transmitidas por alimentos no município de Vitória da Conquista, Bahia
PDF

Palavras-chave

Doenças transmitidas por alimentos
Vigilância Epidemiológica
Subnotificação

Como Citar

1.
Vilas Bôas Batista F, Moraes Bezerra V. Ocorrência de doenças transmitidas por alimentos no município de Vitória da Conquista, Bahia. Cadernos ESP [Internet]. 4º de outubro de 2019 [citado 30º de novembro de 2021];9(1):27-34. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/89

Resumo

Objetivo: avaliar a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) no município de Vitória da Conquista, BA. Métodos: estudo longitudinal retrospectivo, entre os anos de 2007 a 2010. Resultados: foram notificados 128 casos de DTA, com maior número de notificações (60,16%) em 2008, seguidos dos anos de 2009 (22,66%), 2007 (14,84%) e 2010 (2,34%). A Hepatite A foi o agravo com maior número de casos (49,22%), seguido do Rotavírus (35,94%) e Febre Tifoide (14,84%). A faixa etária com maior número de casos foi de um a 9 anos; a maioria dos acometidos possuía baixa escolaridade (54,29%) e apresentaram dois sintomas (58,46%). Conclusão: Pode-se inferir que ocorreu uma subnotificação de DTA. Tornam-se necessárias a conscientização e a capacitação dos profissionais de saúde responsáveis pelo registro das informações, bem como a implantação da Vigilância Epidemiológica de DTA para que os dados obtidos sejam fidedignos à realidade encontrada.

PDF