A ENFERMAGEM E OS DESAFIOS E POTENCIALIDADES DAS VISITAS DOMICILIARES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54620/cadesp.v17i1.1504

Palavras-chave:

Enfermagem, Visita Domiciliar, Estratégia Saúde da Família, Serviços de Assistência Domiciliar, Assistência à Saúde Mental

Resumo

Analisar os desafios e potencialidades envolvidos na atuação do enfermeiro frente ao atendimento domiciliar. Estudo descritivo, qualitativo, realizado com 25 enfermeiros, em 19 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 2 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) em Quixadá, Ceará, em 2022. O processo de coleta de dados foi realizado remotamente por meio eletrônico, utilizando-se o WhatsApp para a captação dos participantes, e para o preenchimento dos formulários, e compilação dos resultados, o Google Forms. Para os dados quantitativos, utilizou-se o software IBM SPSS versão 20, e para os dados qualitativos, utilizou-se o conteúdo de Yin. Os desafios citados foram: acesso, falta de insumos, áreas descobertas, medicocentrismo, entre outros. As potencialidades foram: garantia de acesso, reconhecimento pessoal, familiar e comunitário, manutenção do vínculo, entre outras.  Os achados exibem a necessidade de modificação do padrão de assistência domiciliar atual, visando a melhora da qualidade de trabalho e cuidado prestado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Isabelly Fernandes da Costa, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE - Brasil.

Enfermeira pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza-FGF. Doutora em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Ceará - UFC. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará -UFC. Integrante do grupo de pesquisa : Projeto AIDS: Educação e Prevenção da Universidade Federal do Ceará. Possui experiência profissional à docência no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC

Vitória Costa Oliveira, Escola de Saúde Pública do Ceará. Fortaleza, CE - Brasil.

Enfermeira Residente vinculada a Residência Integrada em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (RIS-ESP/CE), no componente comunitário, com ênfase em Saúde da Família e Comunidade

Gabrielle Karen Almeida Rocha, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, CE - Brasil.

Enfermeira, pós-graduada em Unidade de Terapia Intensiva pelo programa de Residência Multiprofissional da Universidade Federal do Ceará e pós-graduada em Gerenciamento em Enfermagem pela Faculdade Unyleya

Francisco Everson da Silva Costa, Escola de Saúde Pública do Ceará. Fortaleza, CE - Brasil.

Everson Costa. Bacharel em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Técnico em Meio Ambiente pela Escola Estadual de Educação Profissional Francisca Rocha Silva. Técnico em Processamento de Dados pela Easycomp Tecnologia de Ensino em Computação. Residente em Saúde Mental Coletiva pela Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará (ESP-CE). Atuante no CAPS II e no CAPS álcool e outras drogas do município de Quixadá-CE

Aleide Barbosa Viana, Centro Universitário Católica de Quixadá. Fortaleza, CE - Brasil.

docente do Centro Universitário Católica de Quixadá e preceptora da Residência Multiprofissional em Saúde da Escola de Saúde Pública] 

Rose-Eloíse Holanda, Faculdade Dom Adélio Tomasin. Fortaleza, CE - Brasil.

Enfermeira. Mestre em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual do Ceará (2018). Especialista em Terapia Intensiva pela Faculdade Farias Brito (2011); Docência do Ensino Superior, pelo Centro Universitário Católica de Quixadá (2016). Participante do Projeto de Extensão Promoção da Saúde na Comunidade Cafundó, Choró-CE. Atuou como Preceptora do Programa PET Saúde (UNICATÓLICA, 2015) e PET Saúde GraduaSUS (UNICATÓLICA/UECE Fortaleza, 2018.

Referências

Gomes RM, Campos JF, Costa AMG, Martins RMG, Rocha RPB, Faustino R dos S, et al. A visita domiciliar como ferramenta promotora de cuidado na Estratégia Saúde da Família. Res Soc Development. 2021 Fev;10(2):e40010212616. Disponível em: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12616. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12616

Saúde Brasil 2012 Uma análise da situação de saúde e dos 40 anos do Programa Nacional de Imunizações [Internet]. 2013. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_brasil_2012_analise_situacao_saude.pdf.

Santana VC, Burlandy L, Mattos RA de. A casa como espaço do cuidado: as práticas em saúde de Agentes Comunitários de Saúde em Montes Claros (MG). Saúde em Debate. 2019 Mar;43(120):159–69. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-1104201912012. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-1104201912012

Ferreira Leite EM, Moura Arruda CA. Percepções de Profissionais da Estratégia Saúde da Família acerca do trabalho multiprofissional na Atenção Básica à Saúde. Cadernos ESP [Internet]. 2019;9(2):22-35. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/94.

Ferreira TC dos R, Nunes EFC, Bezerra NV, Lopes AC de S, Gomes AA, Conceição ABD da, et al. O trabalho interprofissional nas visitas domiciliares do PET-saúde: um relato de experiência. Rev Eletr Acervo Saúde. 2020;12(9):e4099. Disponível em: https://doi.org/10.25248/reas.e4099.2020. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e4099.2020

Mendes M, Trindade L de L, Pires DEP de, Martins MMFP da S, Ribeiro OMPL, Forte ECN, et al. Nursing practices in the family health strategy in Brazil: interfaces with illness. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2021;42(spe). Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200117. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200117

Perozini Goulart E, Miranda Soares de Moura AT, De Mattos Russo Rafael R, Maria Braga Edmundo K, Garcia Penna LH. Visita domiciliar pela Estratégia Saúde da Família. Rev Bras Med Família Comunidade. 2021 Abr 1;16(43):2651. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/2651. DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc16(43)2651

Vieira-Meyer APGF, Morais APP, Campelo ILB, Guimarães JMX. Violência e vulnerabilidade no território do agente comunitário de saúde: implicações no enfrentamento da COVID-19. Ciên Saúde Col [Internet]. 2021;26:657–68. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/MhZNVSqpns8H7Kkxh5p7W5Q/abstract/?lang=p. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232021262.29922020

Rouquayrol MZ, Silva MGC da. Rouquayrol: epidemiologia & saúde. Rouquayrol: epidemiologia & saúde [Internet]. 2018;719p. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1047830.

Mirailh R, Albano C. Estudo comparativo entre grupo focal e Delphi para pesquisas exploratórias [Internet]. [citado 2023-1-14]. Disponível em: https://guri.unipampa.edu.br/uploads/evt/arq_trabalhos/17539/seer_17539.pdf.

Gomes L. A produção normativa da Anvisa como referência para o Governo Federal em tempos de pandemia [Internet]. [citado 2023-1-14]. Disponível em: https://direitorio.fgv.br/sites/default/files/arquivos/a_producao_normativa_da_anvisa_como_refe.pdf.

Yin RK. Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim (Métodos de Pesquisa). 2016. 336 p.

Santos MRS, Silva MJRB, Dias G de N e S, Guimarães DC, Soares LVA, Simor A, et al. Redução do tempo de internação em Unidade de Terapia Intensiva associado à assistência de enfermagem: Revisão integrativa da literatura. Res Soc Develop. 2021;10(7):e49010716781. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i7.16781

Pinto AMRF, Paz EPA, Carvalho AA de S. Efeito de visitas domiciliares na manutenção das atividades de vida diária de adultos em pós-operatório. Rev Baiana Enferm. [Internet]. 16º de março de 2020 [citado 2023-9-12];33. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/33413. DOI: https://doi.org/10.18471/rbe.v33.33413

Del Cura MLA, Rodrigues ARF. Satisfação profissional do enfermeiro. Revista Latino-Americana de Enfermagem [Internet]. 1999 Out [citeado 2022-10-7];7:21–8. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rlae/a/CR8DLGZTCTFrLvz77n9m9Xr/?lang=pt. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-11691999000400004

Cunha MS da, Sá M de C. A visita domiciliar na estratégia de saúde da família: os desafios de se mover no território. Interface - Comunic Saúde Educ. 2013 Mar;17(44):61–73. Disponível em https://www.scielo.br/j/icse/a/YBt5R98dMgwPVDpSTWgXGNJ/?lang=pt. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-32832013000100006

Azeredo CM, Cotta RMM, Schott M, Maia T de M, Marques ES. Avaliação das condições de habitação e saneamento: a importância da visita domiciliar no contexto do Programa de Saúde da Família. Ciênc Saúde Col [Internet]. 2007 Mai;12(3):743–53. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-81232007000300025

Consoni E. Os desafios do enfermeiro no cuidado domiciliar. Enfer Brasil. 2015 Nov 10;14(4):229. DOI: https://doi.org/10.33233/eb.v14i4.46

Andrade AM, Silva KL, Seixas CT, Braga PP. Atuação do enfermeiro na atenção domiciliar: uma revisão integrativa da literatura. Rev Bras Enfer. 2017 Fev;70(1):210–9. Disponível em:https://www.scielo.br/j/reben/a/xthfygXQ5vsvcpLymV3qfHn/?lang=pt. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0214

Pereira Gomes MF, Fracolli LA, Machado BC. Atenção domiciliar do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família. O Mundo da Saúde [Internet]. 2015 Out 31;39(4):470–5. Disponível em: http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/155572/A08.pdf. DOI: https://doi.org/10.15343/0104-7809.20153904470475

Pinheiro JV, Ribeiro MTAM, Fiuza TM, Junior RMM. Ferramenta para avaliação e gestão da visita domiciliar na atenção primária à saúde: um relato de experiência. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 2019 Mai 14 [citado 2021-12-8];14(41):1818–8. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1818/986. DOI: https://doi.org/10.5712/rbmfc14(41)1818

Donizette J, Cauzzo R, Mariano Z, Andrade B. Ficha Técnica [Internet]. [citado 20228-26]. Disponível em: https://saude.campinas.sp.gov.br/enfermagem/SAD_Protocolo_de_Assistencia_de_Enfermagem_Domiciliar.pdf.

Guerra S, Albuquerque AC de, Felisberto E, Marques P. Cuidado na atenção domiciliar: efeitos de uma intervenção educacional em saúde. Trab Educ Saúde. 2020;18(3). DOI: https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00292

Silva RM, Brasil CC, Bezerra IC, Figueiredo ML, Santos MC, Gonçalves JL, et al. Challenges and possibilities of health professionals in the care of dependent older adults. Cienc Saude Colet. 2021;26(1):89-98. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020261.31972020

Ministério da Saúde (BR). Política Nacional de Atenção Básica. Brasília; 2006.

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 2.488, de 21 de outubro de 2011. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica, para a Estratégia Saúde da Família (ESF) e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Diário Oficial da União 2011; 22 out.

Ribeiro WA, Gomes JL, Oliveira RGS, de Moura LM, Costa RFT. Perspectiva da família na visita domiciliar do enfermeiro ao idoso na Atenção Primária de Saúde. Rev Pró-UniverSUS. 2020;11(2):2-9. DOI: https://doi.org/10.21727/rpu.v11i2.2210

Azeredo CM, Cotta RMM, Schott M, Maia TM, Marques ES. Avaliação das condições de habitação e saneamento: a importância da visita domiciliar no contexto do Programa de Saúde da Família. Ciên Saúde Col. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232007000300025

De Paula M, Peres AM. Bernardino E, Eduardo EA, Sade PMC, Larocca LM. Características do processo de trabalho do enfermeiro da estratégia de saúde da família. Rev Min Enferm. 2014;18(2):454-62.

Nunes CA, Aquino R, Medina MG, Vilasbôas ALQ, Pinto Júnior EP, Luz, LAD. Visitas domiciliares no Brasil: características da atividade basilar dos Agentes Comunitários de Saúde. Saúde em Debate. 2018;42:127-44. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042018s209

Rodrigues LKM. Desafios e perspectivas das visitas domiciliares na estratégia de saúde da família a partir da compreensão dos profissionais. [Dissertação de Mestrado] Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Nortes; 2019.

Downloads

Publicado

27-12-2023

Como Citar

1.
Borges de Ávila AK, Fernandes da Costa MI, Costa Oliveira V, Almeida Rocha GK, da Silva Costa FE, Barbosa Viana A, Holanda R-E. A ENFERMAGEM E OS DESAFIOS E POTENCIALIDADES DAS VISITAS DOMICILIARES. Cadernos ESP [Internet]. 27º de dezembro de 2023 [citado 21º de fevereiro de 2024];17(1):e1504. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/1504
Received 2023-01-24
Accepted 2023-09-11
Published 2023-12-27

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)