COMPREENSÃO DAS MULHERES COM CÂNCER DE COLO DO ÚTERO SOBRE A BRAQUITERAPIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.54620/cadesp.v17i1.1783

Palavras-chave:

Neoplasias do Colo do Útero, Braquiterapia, Psico-oncologia

Resumo

Compreender a experiência da braquiterapia vivenciada por mulheres com câncer de colo do útero. Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo com abordagem qualitativa dos dados apresentados, realizada através de entrevista semiestruturada e com análise de dados de Bardin. A pesquisadora realizou dez entrevistas com pacientes em tratamento no Centro Regional Integrado de Oncologia. As entrevistas expuseram a pouca compreensão das pacientes sobre o nome do procedimento, sua finalidade e seus efeitos colaterais. As mulheres vivenciam a braquiterapia com temor, medo, desconforto físico e emocional. A falta de explicação clara e a pouca apropriação sobre o tratamento contribuíram para que fosse intensificada a vivência traumática e estressante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil/Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – Rio de Janeiro: INCA, 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf.

Moura ABF, Teixeira AB. Avaliação do Conhecimento e Adesão de Estudantes à Vacina HPV em uma Escola Pública no Interior do Ceará. Cadernos ESP. 2019;13(1): 67-74. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/170.

Instituto Nacional de Câncer (INCA). Câncer do colo do útero. 2022. [Acessado em 20 fev 22] Disponível em: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-do-colo-do-utero.

Girão MJBC, Baracat EC, Lima GR de, Nazário ACP, Facina G, Sartori MGF et al. Tratado de ginecologia: Capítulo Princípios básicos de radioterapia em ginecologia. 1. ed. Rio de Janeiro: Atheneu; 2017. p. 817-822.

Frigato S, Hoga LAK. Assistência à mulher com câncer de colo uterino: o papel da enfermagem. Rev Bras Cancerologia. 2003;49(4): 209-14. DOI: 10.32635/2176-9745.RBC.2003v49n4.2073. DOI: https://doi.org/10.32635/2176-9745.RBC.2003v49n4.2073

Banerjee R, Kamrava M. Brachytherapy in the treatment of cervical cancer: a review. Int Jour Women's Health. 2014;6: 555–64. DOI: 10.2147/IJWH.S46247. DOI: https://doi.org/10.2147/IJWH.S46247

Minayo MC de S, Deslandes SF, Gomes R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29. ed. Petrópolis: Editora Vozes; 2010.

Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad Saúde Púb. 2008; 24(1):17-27. DOI: 10.1590/S0102-311X2008000100003. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2008000100003

Rubini AM da S, Santos JLG dos, Erdmann AL, Rosa LM da. Discursos de mulheres com câncer cervical em tratamento braquiterápico: subsídios para o cuidado de enfermagem. Rev Enferm UFSM. 2012;2(3): 601-9. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/6865/pdf. DOI: https://doi.org/10.5902/217976926865

Almeida LHRB de, Pereira YBA de S, Oliveira TA de. Radioterapia: percepção de mulheres com câncer cérvico-uterino. Rev Bras Enferm. 2008;61(4): 482-7. DOI: 10.1590/S0034-71672008000400014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-71672008000400014

Romano BW. Princípios para a prática da psicologia clínica em hospitais. Capítulo - A tarefa do psicólogo na instituição hospitalar. - São Paulo: Casa do Psicólogo; 1999.

Salgado N. A radioterapia no tratamento oncológico: prática clínica e sensibilidade cultural. Interações: Sociedade e as Novas Modernidades. 2012;12(22): 39-57. Disponível em: https://www.interacoes-ismt.com/index.php/revista/article/view/334.

Carvalho VA de, Franco MHP, Kovács MJ, Liberato RP, Macieira R de C, Veit MT, et al. Temas em psico-oncologia. Capítulo - Transtorno de ansiedade em pacientes com câncer, p. 257-269. São Paulo: Summus; 2008.

Soares MLCA, Trezza MCSF, Oliveira SMB de, Melo GC de, Lima KR da S, Leite JL. O custo da cura: vivências de conforto e desconforto de mulheres submetidas à braquiterapia. Escola Anna Nery. 2016;20(2): 317-323. DOI: 10.5935/1414-8145.20160043. DOI: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160043

Silva RMV da, Pinezi JCD, Macedo LEA, Souza D do N. A atual situação da braquiterapia de alta taxa de dose em colo do útero realizada no Brasil. Radiol Bras. 2014;47(3): 159-164. DOI: 10.1590/0100-3984.2013.1859. DOI: https://doi.org/10.1590/0100-3984.2013.1859

Duarte EB, Rosa LM da, Radünz V, Dias M, Silva RH, Lunardi F, et al. Mulheres em braquiterapia pélvica: (des)conhecimento e atenção profissional como significado. Cogitare Enferm. 2020;25:e68406. DOI: 10.5380/ce.v25i0.68406. DOI: https://doi.org/10.5380/ce.v25i0.68406

Aguiar MA de F, Gomes PA, Ulrich RA, Mantuani S de B. Psico-oncologia: caminhos de cuidado. Capítulo- Psico-oncologia: assistência humanizada e qualidade de vida, p. 15-23. São Paulo: Summus; 2019.

Salci MA, Marcon SS. Após o câncer: uma nova maneira de viver a vida. Rev Rede Enferm Nordeste. 2011;12(2): 374-83. Disponível em http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/4224/3262. DOI: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20110002000020

Downloads

Publicado

28-12-2023

Como Citar

1.
Teles Xerez Peixoto P, Gomes Lopes F. COMPREENSÃO DAS MULHERES COM CÂNCER DE COLO DO ÚTERO SOBRE A BRAQUITERAPIA. Cadernos ESP [Internet]. 28º de dezembro de 2023 [citado 22º de fevereiro de 2024];17(1):e1783. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/1783
Received 2023-10-06
Accepted 2023-11-09
Published 2023-12-28

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)