OCORRÊNCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS EM QUEIJOS TIPO COALHO
PDF

Palavras-chave

Queijo de Coalho
Qualidade
Microrganismos

Como Citar

1.
Pereira de Oliveira FI, Pinto da Costa MT, Araújo Fraga AC, Bomfim de Melo Oberg ML, Pereira de Vasconcelos M, da Silva Costa TE, da Costa Pinto S. OCORRÊNCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS EM QUEIJOS TIPO COALHO. Cadernos ESP [Internet]. 19º de dezembro de 2019 [citado 7º de dezembro de 2021];13(2):82-93. Disponível em: //cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/200

Resumo

O queijo de coalho é um dos queijos mais populares do Brasil, de ampla aceitação no mercado, principalmente no estado do Ceará. Quando produzido por pessoas inexperientes de forma artesanal, pode ocorrer a contaminação por diversos microrganismos ao alimento, sendo alguns patogênicos ou produtores de metabólitos microbianos que podem causar intoxicações e/ou infecções alimentares nos seres humanos, como Staphylococcus aureus, que comprometem tanto a qualidade do queijo quanto a segurança com relação à saúde do consumidor. Diante do exposto, o presente estudo do tipo descritivo e retrospectivo de abordagem quantitativa, objetivou investigar a ocorrência de estafilococos coagulase positiva (Staphylococcus aureus) nos queijos tipo coalho (artesanal e industrial) produzidos em dezessete municípios do Estado do Ceará. Para isso foram analisados laudos do sistema de gerenciamento de amostra ¨HARPYA¨ do Laboratório Central do Estado do Ceará (LACEN), no período de janeiro de 2016 a dezembro de 2018. O estudo revelou uma alta incidência de estafilococos coagulase positiva (Staphylococcus aureus) em amostras de queijo coalho artesanal, comparadas com as de queijo coalho industrializado, tornando-as impróprias para o consumo. Conclui-se que as amostras dos queijos coalho artesanais analisadas não apresentam qualidade microbiológica satisfatória, o que compromete a segurança do alimento para o consumidor.

PDF